Rammstein vai terminar? (nota oficial)

Rammstein vai terminar? (nota oficial)

Foi publicada hoje uma nota no site oficial desmentindo boatos de que a banda estaria planejando se separar. “Rammstein não tem ‘planos secretos’ para um ‘álbum de despedida’ nem uma ‘última turnê’. Mais »

Richard Kruspe diz que próximo álbum do Rammstein pode ser o último

Richard Kruspe diz que próximo álbum do Rammstein pode ser o último

A banda alemã Rammstein está atualmente trabalhando em seu sétimo álbum de estúdio  — e numa entrevista para o Resurrection Fest em julho, Kruspe falou sobre como o novo trabalho está se desenvolvendo. “Eu estava muito cético Mais »

Planos para o futuro e novo álbum

Planos para o futuro e novo álbum

Em entrevistas recentes, os membros da banda (na maioria das vezes Paul ou Richard) falaram, entre outras coisas, sobre os planos para o novo álbum de estúdio. Veja algumas das informações que Mais »

Censura ataca novamente

A polêmica dessa vez vem da Bielorrússia, onde querem que o show do Rammstein, agendado para o dia 07 de março em Minsk, seja cancelado. O Conselho de Moralidade Pública justificou-se: “A decisão de trazer o Rammstein para Minsk é um erro que pode nos custar muito. O conselho está convencido de que a banda promove abertamente homossexualidade, masoquismo e outras perversões, brutalidade, violência, e linguagem obscena.”

O conselho é formado por figuras públicas, políticas e líderes das principais religiões do país, e conta com o apoio do presidente. O chefe do conselho alega ainda que se o que for mostrado no palco é o que o conselho já viu nos shows anteriores, “haverá uma inevitável onda de estupros e brutalidade na capital bielorrussa”.

Por enquanto não há nenhuma declaração da banda ou do management sobre o assunto. Os organizadores do show disseram que não tiveram nenhuma objeção oficial enquanto planejavam o evento. “Não recebemos nenhum documento oficial que evidencie que alguém está insatisfeito com o show a ser realizado”, disse a organização. “Não tivemos nenhuma declaração oficial e ninguém entrou em contato conosco além dos jornalistas. Não há documentos oficiais, então não temos motivos para fazer comentários”.